Departamento Médico

Um pouco da sua história…

O CPAS e a sua Comissão Médica, sempre se interessaram pela Medicina Subaquática e pela sua evolução.

Esta Comissão, além de efectuar avaliações médicas aos alunos dos cursos de Mergulho e Náutica de Recreio, realiza avaliações médicas a sócios e não-sócios.

Em 1961 organiza em Lisboa o I Simpósio Internacional sobre Fisiopatologia do Mergulho.

Nos anos 70 organiza as “I e II Jornadas de Medicina do Mergulho”. Foi também nesta década que o Dr. Rui de Moura iniciou experiências pioneiras com deficientes motores e invisuais face ao mergulho (Programa “Novos Horizontes” na RTP).

Na década de 80 promoveu as “I e II Jornadas Internacionais” de Medicina Subaquática.

Na década de 90 realiza o “I Curso teórico-prático sobre Doença descompressiva e o seu tratamento”, assim como as “I Jornadas de Fisiologia e Fisiopatologia Hiperbárica do Ouvido”. Nesta década efectuaram-se Baptismos de Mergulho com Deficientes motores a fim de dar continuidade às experiências iniciadas nos anos 70 acima referidas.

Em 1998/1999 a Direcção do CPAS com a sua Comissão Médica desenvolveu um projecto, com duração de 2 anos, para a divulgação do Hiperbarismo nas vertentes da Medicina e da Engenharia, ao abrigo do Projecto ADAPT e financiado pelo Fundo Social Europeu – I Jornadas de Hiperbarismo em Portugal.

A partir de 2000 são apresentados à Fundação Gulbenkian diversos Projectos na área da saúde, nomeadamente para a instalação de um Centro Hiperbárico (num hospital civil) e outro para a Formação Subaquática de Jovens Deficientes (Ano Internacional do Deficiente).

Desde 2017 que se desenvolve uma colaboração entre a Clínica Universitária de Otorrinolaringologia da FMUL e o Departamento Médico do Centro Português de Actividades Subaquáticas, procurando-se promover a Cultura Médica acerca das exigências em relação ao mergulho e às actividades aquáticas, para se prevenirem acidentes e reforçar uma atitude activa de prevenção.

Esta colaboração tem-se materializado em múltiplos trabalhos de Mestrado Integrado em Medicina, em visitas de estudo, workshops, em programas de divulgação, em convites para participações em Júris.

Ainda se está a trabalhar para a disponibilização de material pedagógico para as comunidades e associações de mergulhadores, nos cursos de mergulho e nas escolas de actividades aquáticas, promovendo o conhecimento dos mergulhadores e desportistas, sobre a adaptação fisiológica ao meio aquático.

Ver Projectos e Publicações do Departamento